terça-feira, 31 de Janeiro de 2012

ULTIMA HORA: Ministro do Interior Fernando Gomes, exonerou hoje Antonio Iaia Seidi, por ter participado da apresentacao da candidatura de Serifo Nhamadjo a candidato do PAIGC para a eleicao presidencial de 18 de marco proximo. AAS

Um Estado de filhos da puta!!!

O supremo Tribunal de Justica (STJ) decidiu: declarou-se incompetente para se imiscuir nos assuntos da Federacao de Futebol da Guine-Bissau (FFGB). A secretaria-geral da FFGB, munida do acordao do STJ, marcou entao a eleicao do seu presidente para hoje.

Entao, aparecem os arruaceiros. Partiram portas e janelas, ameacaram tudo e todos e...nao houve outro remedio que nao o de cancelar o acto eleitoral. A policia foi chamada...mas nao apareceram!!!

Que pais e este? Um pais de filhos da puta - so pode! Tudo isto porque um juiz (um juiz corrupto e corrompido, que vive num Estado paria e anarquico) se sobrepos aos estatutos da FFGB, e, quem sabe se ate da decisao do Supremo Tribunal de Justica... AAS

Palacio do Governo esta sem energia electrica ha 3 dias. O gerador, novo e instalado pelos chineses, esta... estragado! Para compor o ramalhete, o cabo que passa no 'cala-boca' foi cortado. Agora, presumo, comunicam por sinais de fumo...AAS

Palacio do Governo esta sem energia electrica ha 3 dias. O gerador, novo e instalado pelos chineses, esta... estragado! Para compor o ramalhete, o cabo que passa no 'cala-boca' foi cortado. Agora, presumo, comunicam por sinais de fumo...AAS

Carta para o Jomav

«Caro Aly,

Estamos a falar de aumento de salários? Isso não é verdade. Bem, como podemos falar de aumento de salários se o gorverno aumenta em mais de 60% as taxas de importação de todos os produtos? Qual será o efeito positivo deste aumento? Qual é o esforço para melhorar a vida dos funcionários públicos se tudo aumenta? As taxas aplicadas são ilegais, já que o orçamento não foi promulgado. Isso para dizer que estamos na brincadera. Que pena...
Um anónimo
»

segunda-feira, 30 de Janeiro de 2012

Uma medida ilegal, e perigosa

Todos ouvimos as declarações do ministro das Finanças, feitas com pompa e circunstância, sublinhando até "ser a primeira vez" que o Governo aumenta os salários da administração pública. Ora bem. Mal.

Pois então: José Mario Vaz enganou. Pior: i n'gana si kabeça!!! E isso é inaceitável. O Governo não pode decretar assim, do pé para a mão, o aumento dos salários 'apenas' por isto: o orçamento do Estado, é verdade, foi votado e aprovado pela Assembleia Nacional Popular...mas nunca chegou a ser promulgado pelo Presidente da República, Malam Bacai Sanha.

Assim, trabalha-se com duod~´ecimos. Claro que estamos em época de eleições (duas num ano), e o Governo, através do seu super-ministro tudo fará para atirar areia para os olhos dos cegos de um olho. Acontece que eu tenho dois. Aliás, três... Explique-se, senhor ministro das Finanças. AAS

ELEICAO PRESIDENCIAL ANTECIPADA 2012: Fernando Jorge Alves D'Almada, alto funcionario da CEDEAO, pondera candidatar-se como independente, nas eleicoes presidenciais marcadas para 18 de marco proximo. AAS

almada

FOTO:AAS-Todos os direitos reservados

sexta-feira, 27 de Janeiro de 2012

Poesia quase

sic poesia

PAIGC no seu melhor: Ditadura do Consenso anunciou, em 1a mao, que Serifo Nhamadjo entraria na corrida para a Presdencia da Republica, no PAIGC. Pois bem. Mandou avisar que, amanha, apresentaria a sua candidatura mas foi-lhe dito que a reuniao do Comite Central estava adiada. Insistiu que o faria, disseram-lhe que lhe barravam a entrada... Ainda assim, amanha, no passeio publico, com a sede do PAIGC como pano de fundo, Serifo Nhamadjo, actual presidente da Assembleia Nacional Popular em exercicio, apresenta-se aos militantes do partido. AAS

Conselheiros: a prazo, e no prato

- Odete Semedo, directora de gabinete do PR interino
- Tcherno Kali Balde, Porta-Voz
- Francisca Pereira, Conselheiro Assuntos Parlamentares
- Respicio Silva, Assuntos Politicos
- Teodora Inacia Gomes, Assuntos Sociais
- Pedro Maria Costa, Assuntos Diplomaticos
- Abel Incada, Assuntos Empresariais
- Alamara Nhasse, Assuntos de Defesa e Seguranca
- Fernando C. Landim (PRS), Assuntos Agricolas e Desenvolvimento Rural
- Marcelino Indi (PRID), Asssuntos Cultura e Desporto
- Cirilo Mama Saliu Djalo, Assuntos do Trabalho
- Joao Jose Silva Monteiro, Assuntos da Educacao e Ciencia
- Carlos Pinto - Assuntos Economicos
- Alberto Ture, Assuntos do Ambiente e do Mar
- Jose Rodrigues, Assuntos Juridicos e Constitucionais

ULTIMA HORA: Presidente da Republica interino nomeia quinze conselheiros, entre eles alguns elementos da oposicao. AAS

EXCLUSIVO: Supremo Tribunal de Justica declarou incompetencia dos tribunais civis para julgar assuntos da Federacao de Futebol da Guine-Bissau. Agora, marcar-se-a a data para a eleicao do seu presidente. AAS

quinta-feira, 26 de Janeiro de 2012

Aos sessenta, não se tenta...

"O Carlos Gomes Jr., que não avance". Esta tem sido a posição de alguma comunidade internacional, preocupada com o eventual avanço do chefe do Executivo guineense para candidato do PAIGC a Presidente da República. "O mandato do primeiro-ministro acaba em Novembro. Para quê então apressar-se para chegar à presidência?". De facto, essa preocupação encontra eco numa coisa: a pessoa do primeiro-ministro parece talhado para perder numa coisa: nas urnas. E dentro do 'seu' partido - o PAIGC.

Por estes dias, no PAIGC, o cálculo mental tem desafiado e tirado o sono aos seus membros. Sobretudo os membros do Comité Central (entre dois congressos, o órgão maximo, com 351 membros), que se reunirão na próxima 4a feira para decidir que candidato escolher para candidato às eleições presidenciais marcadas para o próximo dia 18 de março.

Para já, um nome surge para desafiar esta audácia do primeiro-ministro Carlos Gomes Jr.: Serifo Nhamadjo, actual presidente da Assembleia Nacional Popular em exercicio, a que junta com a 1a-vice-presidência da assembleia da CEDEAO. Um pensador, um politico brilhante, com provas dadas nos intervalos em que assumiu - ainda que interinamente - o cargo de Presidente da ANP. Soares Sambú, é outro nome na corrida a ter em conta. Sambu foi conselheiro Político e Diplomático do Presidente Malam Bacai Sanha.

E, para candidatar-se, bastará ao primeiro-ministro suspender o seu mandato como primeiro-ministro. Recorde-se que os estatutos do PAIGC, hoje, dizem preto no branco que, se houver mais do que um candidato, a opção será a urna. Não há cá investiduras. Menos ainda o voto maroto de braço no ar. Será voto a voto - nada de aclamações, portanto.

As derrotas de Cadogo nas urnas, no PAIGC, são por demais evidentes. E foram sucessivas. Em 2009, Carlos Gomes Jr., quis para candidato do partido a presidente da República, o Raimundo Pereira (actual presidente da República interino). Pediu o voto de braço no ar. Foi-lhe recusado: o povo que faz o partido queria a urna para se expressar sem depois sofrer represálias. E, nas urnas, os votos inclinaram-se para o candidato Malam Bacai Sanha. Ganharia: o partido, e, depois, a República.

Depois houve o congresso da UDEMU (União Democratica das Mulheres), a porca voltou a torcer o rabo. Carlos Gomes Jr., apostou em Teodora Inácia Gomes, uma histórica do PAIGC, já ultrapassada. Nas urnas, acabaria por vencer a candidata apoiada pelo malogrado Presidente Malam Bacai Sanha, Eva Gomes.

Para a JAAC e a CONQUATSA, Carlos Gomes Jr apresentou um requerimento: queria que fosse o presidente do partido - ele - a escolher os presidentes destas duas organizações. O partido recusou e reenviou o documento para a origem. Está suspenso, até hoje...

Hoje, e com razão, o medo persiste: Será que o primeiro-ministro Carlos Gomes Jr., deve avançar para a eleição dentro do PAIGC? Se sim, as urnas lá estarão para, novamente, ditar a sentença e trocar-lhe as voltas. AAS

Manobras (muito pouco) diplomáticas

Alfredo Cabral, Embaixador Extraordinário e Plenipotenciário da República da Guiné-Bissau acreditado no Reino da Bélgica, está - segundo fontes próximas confirmaram ao Ditadura do Consenso - a tentar vender o edificio onde funciona a Embaixada da Guiné-Bissau em Bruxelas, o único patrimonio que o País tem no exterior e que foi comprado com o fundo das Pescas, no ano de 1996.

Com esse dinheiro, o embaixador, nomeado pelo malogrado Presidente da República, Malam Bacai Sanha, sob proposta do Governo e que mesmo depois de nomeado manteve sempre a sua residência em Dakar - pretende adquirir um pequeno apartamento para o funcionamento da nossa representação diplomática.

Urge, portanto, estar atento. Depois não digam que eu não avisei. AAS

ELEICAO PRESIDENCIAL ANTECIPADA 2012: Afonso Te pondera concorrer como candidato independente. AAS

Eh, la!!!

Segundo o jornal "Expresso Bissau" (que ja foi 'diario') a governante do ano e a ministra da Economia, do Plano e da Integracao Regional, Helena Embalo. Permito-me discordar, pedindo, obviamente, desculpas a nomeada. E porque?

Porque, para mim, o governante do ano seria o ministro do Comercio, Botche Cande. Perguntarao a razao. Sera justo, e eu responderei apenas: porque o Botche Cande, sendo analfabeto e estando no Governo desde o inicio...merecia o ceptro! Ora, nem mais... AAS

GUINEENSES EXTRAORDINÁRIOS NO MUNDO: PATRÍCIA GODINHO GOMES

LIVRO: OS FUNDAMENTOS DE UMA NOVA SOCIEDADE: O P.A.I.G.C. E A LUTA ARMADA NA GUINE-BISSAU (1963-1973) - Organização do Estado e relações internacionais

"Uma ocasião para reflectir sobre a importância dos heróis nacionais na história contemporânea da Guiné-Bissau e de Cabo Verde e sobre a delicada questão da leadership em África na actual conjuntura politica e geopolitica internacional".

livro patricia

O evento foi organizado pelo Centro de Reflexão África 2000 da Rádio Vaticano, em colaboração com a editora Harmattan Itália (Turim), a Livraria Griot (Roma) e a associação Caboverdemania (Roma).

IMG_0736

IMAGEM DO LANÇAMENTO DO LIVRO, COM A AUTORA À ESQUERDA, NA FOTOGRAFIA

SOBRE A AUTORA: Patricia Godinho Gomes é licenciada em Relações Internacionais pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Politicas da Universidade Técnica de Lisboa e titular de um doutoramento em História e Instituições da África pela Universidade de Cagliari (Itália). Actualmente investigadora em Estudos Africanos na mesma universidade e colabora com diversas organizações e associações locais no âmbito da imigração e da condição das mulheres.

terça-feira, 24 de Janeiro de 2012

Governo fixa salario minimo para os trabalhadores da Funcao Publica: 35.000 Fcfa. AAS

Por ser o presidente do partido, "sou o candidato natural do PAIGC para a eleicao presidencial" - Carlos Gomes Jr. Entretanto, na 5a feira o PAIGC escolhera o seu candidato, entre mais quatro: Soares Sambu, Serifo Nhamadjo, Francisco Benante, e, possivelmente, Baciro Dja, actual ministro da Defesa. AAS

VERGONHA: RDP acaba com espaço de opinião que serviu de palco a críticas duras a Angola

Uma crónica crítica em relação a Angola, do jornalista Pedro Rosa Mendes, terá levado a RDP a acabar com o espaço de opinião "Este Tempo", da Antena 1. O jornalista Pedro Rosa Mendes confirmou, em declarações ao PÚBLICO, ter sido informado, por telefone, que a sua próxima crónica, a emitir na quarta-feira, será a última da sua autoria. “Foi-me dito que a próxima seria a última porque a administração da casa não tinha gostado da última crónica sobre a RTP e Angola”, diz o jornalista, por telefone, a partir de Paris.

“A ser verdade, esta atitude é um acto de censura pura e dura”, sustenta o jornalista, que aborda nessa crónica a emissão especial que a RTP pôs no ar na segunda-feira, 16 de Janeiro, em directo a partir de Angola. A chamada telefónica que serviu para anunciar-lhe o fim deste espaço de opinião foi feita por “um dos responsáveis da Informação” da Antena 1, continua o jornalista, que não quis especificar quem daquele departamento lhe comunicou aquela decisão.

Rosa Mendes critica a emissão do programa televisivo Prós e Contras da RTP feita a partir de Angola, com a participação do ministro português que tutela a comunicação social, o ministro-Adjunto e dos Assuntos Parlamentares, Miguel Relvas. Porém, o jornalista entende que “com tudo o que está em causa, foi uma crónica contida”. Aliás – prossegue –, a ser verdade que tenha sido dispensado por causa do teor desta crónica, essa decisão seria “muito estranha”, porque ele não foi “a única pessoa a ficar desagradada com a natureza e o conteúdo da emissão da RTP”. “Houve outras opiniões negativas nestes últimos dias”, aponta.

A crónica em causa foi emitida a 18 de Janeiro e integra um espaço de opinião que a Antena 1 tem, com o nome de “Este Tempo”. É assegurado por cinco pessoas – Rosa Mendes, António Granado, Raquel Freire, Gonçalo Cadilhe e Rita Matos e, segundo Rosa Mendes, todos eles estariam a ser informados que a crónica vai acabar. O PÚBLICO contactou João Barreiros, director de Informação da Antena 1, e António Granado, um dos cronistas, sem sucesso. Já Ricardo Alexandre, director-adjunto de Informação da Antena 1 e responsável pelo programa, disse não ter comentários a fazer.

No entanto, hoje às 9h45, hora a que de segunda a sexta-feira o programa é transmitido, Raquel Freire aproveitou a sua crónica para anunciar que também foi informada que seria a última. A cineasta dedicou-a ao tema da liberdade, fazendo referência ao filme Good Night and Good Luck, que retrata um grupo de jornalistas que lutam pelo direito à informação e por denunciar alguns dos atentados políticos aos direitos fundamentais cometidos pelo senador Joseph McCarthy. Na crónica, Raquel Freire questiona “para que serve uma rádio pública e um serviço público?” se não for para servir as pessoas que não têm voz, adiantando duas respostas, em jeito de interrogação: “Para dar voz às pessoas ou para ser a voz do dono?”.

O programa estava no ar há cerca de dois anos e os contratos terminariam agora. Durante esse tempo, diz Rosa Mendes, nunca lhe foi dado nenhum feedback dando a entender que houvesse temas que fossem tabu ou que tivessem sido fixados “limites de censura”.

Na polémica crónica, Rosa Mendes começa por recordar que a RTP “serviu aos portugueses” uma emissão especial em directo de Luanda e à qual chamou “Reencontro” e “na qual desfilaram, durante duas horas, responsáveis políticos, empresários, comentadores de Portugal e de Angola, entre alguns palhaços ricos e figuras grotescas do folclore local”. “O serviço público de televisão tem estômago para muito, alguns dirão que tem estômago para tudo, mas o reencontro a que assistimos desta vez foi um dos mais nauseantes e grosseiros exercícios de propaganda e mistificação a que alguma vez assisti”, continua. Carregando nas críticas, o jornalista afirma que reencontrou nessa emissão, não um país irmão, mas “a falta de vergonha de uma elite que sabe o poder que tem e o exibe em cada palavra que diz”.

Rosa Mendes é um dos jornalistas portugueses que mais escreveu sobre a corrupção em Angola. Foi, aliás, alvo de dois processos judiciais por difamação, um dos quais por trabalhos editados pelo PÚBLICO e em que o queixoso era o Presidente angolano, José Eduardo dos Santos. O tribunal não deu razão ao líder de Angola, tendo a Justiça também decidido a favor de Rosa Mendes no outro caso, em que o queixoso era Arcadi Gaydamak, um milionário russo que tem passaporte angolano e foi acusado de vender armas a Angola.

Nos cinco minutos e 34 segundos que dura a crónica, Rosa Mendes mistura dados relativos à economia e à política do país com citações de alguns outros especialistas que estudaram o que se passa naquele país, que usa uma “maquilhagem sofisticada”, da qual se destaca “o batom da ditadura, parafraseando o jornalista angolano Rafael Marques”. Este último, ou alguém como ele, teria de estar presente num programa que fosse um “reencontro digno para ambos os povos e ambas as audiências”, sustenta Rosa Mendes. Alguém “que chamasse corrupção à corrupção e não, quase a medo numa única pergunta – e passo a citar – ‘um certo tipo de corrupção’, como fez Fátima Campos Ferreira”, a jornalista que apresenta o referido programa da RTP e conduziu aquela emissão. PÚBLICO

MISSANG apanhada uma vez mais na ilegalidade

O Governo de Angola, através da MISSANG, adjudicou ilegalmente dois lotes à empresa de construção Baga-Baga: Ministério do Interior, e quartel de Cumeré.

BAGA BAGA

A ilegalidade reside no facto de o dono desta empresa ser o... director-geral de Estradas e Pontes do ministério das Obras Públicas. Uma aberração, portanto, e que merece ser bem explicada! Para já, duas empresas concorrentes no mesmo concurso, dizem-se preparadas para entrar com «queixas nos tribunais», sendo que uma delas entrará com uma «providência cautelar». AAS

Milhares virão do interior para 'pedir' a Cadogo que se candidate a Presidente

O presidente do PAIGC e primeiro-ministro, Carlos Gomes Jr., prepara-se para, dentro de uma semana, anunciar que será candidato à eleição presidencial antecipada do próximo dia 18 de março, contando para tal com a ajuda de todos os administradores de sector: contam enviar milhares de pessoas a Bissau.

Aliás, os testas-de-ferro de Cadogo deram já início a movimentações junto destes no sentido de cada um enviar cerca de trezentos manifestantes, para virem a Bissau 'pedir' a Cadogo que se candidate ao cargo de Presidente da República.

De resto, ditadura do consenso sabe que até já se pediram orçamentos para essa deslocação de milhares de apoiantes - pagos à cabeça. Este trunfo de Carlos Gomes Jr., pode, no entender de uma fonte do DC, "incendiar os ânimos no PAIGC, que tem já quatro putativos candidatos a candidato à eleição presidencial". AAS

quinta-feira, 19 de Janeiro de 2012

ELEICAO PRESIDENCIAL ANTECIPADA 2012: Oposicao quer que se marque o dia da eleicao para 18 de marco. AAS

ULTIMA HORA: Embaixador Manuel dos Santos foi ouvido e mandado em paz, sem qualquer medida de coaccao, pelos tres magistrados do MP. O embaixador regressa a Luanda ainda esta semana. Parece que o que mais preocupou os magistrados foi isto: como veio para a praca publica (o mesmo que ditadura do consenso) a notificacao enviada ao ministerio dos Negocios Estrangeiros... AAS

ULTIMA HORA: Embaixador 'Manecas' Santos continua, 3 horas depois, a prestar declaracoes no Ministerio Publico. AAS

Interessante

Muita gente, incluindo eu, tem defendido a ideia de se acabar com a ajuda directa ao continente africano. Para nos, seria a unica maneira de Africa se tornar autossustentavel. Agora, uma mulher junta-se-nos: Dambisa Moyo, uma zambiana e economista (com formacao em Oxford e Harvard). Dambisa escreveu um livro que se tornou num bestseller e onde explica por que razao a ajuda directa nao esta a resultar. Mas sobretudo, e isto e o mais importante, "porque ha uma soluccao melhor".

Diz a reputada economista que a ajuda directa "encoraja a corrupcao, cria dependencia e aumente a inflaccao e o fardo da divida". A Time considera Dambisa Moyo uma das mulheres mais influentes da actualidade.

... Mas, eis que me ocorreu a ActionAid

Em setembro passado, esta reputada ONG revelara que os paises em vias de desenvolvimento tem vindo a diminuir a sua dependencia do exterior. Sao 54 os paises mais pobres do mundo, em que, segundo a ActionAid, "a dependencia decresceu um terco", ao longo dos ultimos dez anos. Se tomarmos como exemplo o ano 2000, a mudanca e drastica - 20 paises dependiam em mais de 50 por cento do exterior. Trocado por peanuts: cada euro despendido, hoje, tem hoje mais resultados. Sera? AAS

terça-feira, 17 de Janeiro de 2012

Obrigado, Mister Norton de Matos

O seleccionador nacional de futebol, Luis Norton de Matos, deu a entender hoje ao DC que a sua missão junto da selecção de todos nós está terminada.

"Não vale a pena fazer um contrato apenas para dois jogos. Mas se a Guiné-Bissau quiser eu posso orientar a equipa no jogo com a equipa dos Camarões, em Yaoundé" - disse.

Luis Norton de Matos, o melhor seleccionador que a Guiné-Bissau conheceu (orientou 14 jogos internacionais) está em Bissau para regularizar a sua situação salarial, entretanto resolvida hoje.

"Se me quiserem ouvir", disse Norton de Matos ao DC, "tenho a propor alguém (um seleccionador) que pode dar continuidade ao meu trabalho. Uma pessoa competente e ambiciosa". Ditadura do Consenso, deseja as maiores felicidades e sucessos nas suas futuras funções ao Mister Luis Norton de Matos. AAS

A imagen da entrega das cartas credenciais pelo Embaixador da Guiné-Bissau na Alemanha, Malam Djassi

malam djassi entrega credenciais

CARTAS CREDENCIAIS: Malam Djassi cumprimenta o chefe de Estado alemão, Christian Wulff


FOTO: DR/DC/AAS 2012

segunda-feira, 16 de Janeiro de 2012

Um gesto louvável: Conselheiros do malogrado Presidente da República põem os lugares à disposição do Presidente da República interino

.

ULTIMA HORA: O seleccionador nacional de futebol, Luis Norton de Matos, recebe amanha 35.000 euros do Ministerio das Financas. A divida era de 40.000 euros. Aplauda-se. AAS

ULTIMA HORA - ELEICAO PRESIDENCIAL ANTECIPADA 2012: Presidente da CNE, Desejado Lima da Costa, depois da audiencia com Presidente da Republica interino, Raimundo Pereira: "E' tecnicamente possivel realizar eleicoes dentro de 60 dias". Depois, chutou para canto: "Mas isso compete aos politicos...". AAS

Embaixador da Guine-Bissau na Alemanha entregou hoje as cartas credenciais

Malam Djassi, entregou hoje, em Berlim, as cartas que o acreditam como Embaixador Extraordinario e Plenipotenciario da Republica da Guine-Bissau na Alemanha.

64349_444050667711_646222711_5568002_2401872_n

Na altura, o Presidente alemao Sr Wulff, aproveitou para enderecar as suas condolencias pela morte do Presidente da Republica, Malam Bacai Sanha. AAS

PROTOCOLO do ESTADO: Nuno, o usurpador e outras historias

Os desmandos no Protocolo do Estado

- Nao e a primeira vez que o Nuno faz das suas no Protocolo do Estado. Durante as exequias funebres do Presidente 'Nino' Vieira, Nuno usurpou o lugar da Puntcha, na altura directora-geral do Protocolo do Estado, e colou-se a Raimundo Pereira, que entretanto subira interinamente ao cargo de Presidente da Republica;

- O Presidente da Republica interino, Raimundo Pereira, no seu discurso...nao agradeceu ao Presidente Abdoulaye Wade todos os apoios que prestou ao Presidente Bacai;

- Abdoulaye Wade, quase foi atirado ao chao com a confusao que se gerou na ANP - tendo seguido da ANP para o aeroporto, nao assistindo ao enterro;

- O Comandante Pedro Pires, tinha um magote de gente a volta, dentro do hemiciclo;

- O primeiro-ministro do Niger, foi empurrado quando a urna foi posta no chao para ser lida a fatwa.;

- Nao se entende como, atras do pulpito, estavam pelo menos 10 pessoas a volta de quem discursava.

Coisas nossas...

Foi por esta INCOMPETÊNCIA, que o Protocolo do Estado se embirrou e me pôs fora do hemiciclo... Que vergonha!!! AAS

VERGONHA NO PARLAMENTO

Procuram-se...milhões!!!

Sr. Procurador Geral da República, Mestre Edmundo Mendes: Como é isto possível? Vão investigar o quê, se dos cincoenta e tal detidos, só restam 4 (quatro!) pessoas presas?! E quem vão acusar mesmo? E, já agora, qual será a acusação? Aguardo resposta, AAS

.

AAS

Várias vergonhas num dia assim...

bandeira 01

BANDEIRA 2

No entanto...é DIA DE LUTO NACIONAL.

bandeira 3

Na Presidência da República, a bandeira está como deve estar. AAS

ULTIMA HORA: A Bandeira Nacional, no Palacio da Republica, voltou - agora mesmo! - a ser colocada a meia-haste. Ja vos mostro as imagens...Mas ha mais maus exemplos e que vou postar a seguir... AAS

VERGONHA em DIA de LUTO NACIONAL: No Palacio da Republica, incendidado na guerra de 1998/99, a bandeira nacional ja NAO ESTA a meia-haste! Que aberracao!!! AAS

domingo, 15 de Janeiro de 2012

Adeus, Presidente!

A urna com os restos mortais de Sua Excelencia o Presidente da Republica da Guine-Bissau, Senhor Malam Bacai Sanha percorreu lentamente um longo corredor, ladeado por oficiais superiores e generais das nossas Forcas Armadas.

Virado para o rio Geba, dispararam-se 3 salvas de artilharia. A urna desceu entao para o penultimo local de repouso (depois de construido um Panteao Nacional, serao todos trasladados).

Quando chegam a campa, retiram a bandeira do caixao. Fecham a urna e entregam a chave ao fiel depositario: o filho, Bacai Sanha Jr. E, entao, com dignidade propria, funcionarios da Camara Municipal de Bissau erguem a urna com todas as forcas dos seus bracos, e descem-na sete palmos debaixo de terra.

Enquanto tudo decorre, disparam-se vinte e uma salvas de canhao. Sua Excelencia, o Presidente da Republica da Guine-Bissau e Comandante-em-Chefe das Forcas Armadas, Malam Bacai Sanha, pode, finalmente descansar. Descansa em Paz Sr. Presidente da Republica. Os guineenses vao sentir muito a sua falta.

Para que conste, os teus outros irmaos vieram de perto e de longe. Chegaram de Cabo-Verde, do Togo, do Senegal, de Portugal, de Cuba; Vieram da Russia, do Niger, da Nigeria, da China, de Conacry, de Marrocos, de todos os cantos da Terra, para se despedirem de ti. E isso consola.

"E um momento inevitavel" - dizia o jornalista Ricardo Semedo, da RDN, presente na Fortaleza D'Amura.

Antonio Aly Silva

CERIMONIAS FUNEBRES: Comandante Pedro Pires, depoe coroa de flores e depois assina o livro de Honra. Obrigado, Comandante e companheiro de luta do malogrado Presidente Senhor Malam Bacai Sanha. AAS

CERIMONIAS FUNEBRES: O CEMGFA, General Antonio Indjai, acaba de assinar o livro de Honra; segue-se-lhe o Presidente de Cabo Verde, Jose Carlos Fonseca, que antes assinou o livro de Honra. AAS

CERIMONIAS FUNEBRES: Serifo Nhamadjo, Presidente da ANP em exercicio, cumpre o mesmo ritual: deposicao de coroa de flores e assinatura do livro de Honra. AAS

CERIMONIAS FUNEBRES: Banda de musica militar inicia musica funebre depois de o presidente da Republica interino, Raimundo Pereira, ter deposto uma coroa de flores. Assina agora o livro de Honra. AAS

CERIMONIAS FUNEBRES: O Presidente do Senegal, Abdoulaye Wade, vai ja a caminho de Dakar. AAS

Restos mortais de Sua Excelencia o Presidente da Republica, Senhor Malam Bacai Sanha estao ja na Fortaleza D'Amura, onde serao disparadas 21 salvas de canhao. Eu nao fui, para nao ser novamente posto na rua...AAS

CERIMÓNIAS FÚNEBRES: Aly Silva, posto na rua pelo Protocolo do Estado (Nuno, um alguém que tem tanto de alto como de incompetente)

ALY SILVA, MAL VESTIDO PARA...TRABALHAR

ANTÓNIO ALY SILVA: "Mal vestido", para fazer a cobertura no Parlamento...Chamou-se a tropa para me pôr despoticamente na rua...apenas porque critiquei a INCOMPETÊNCIA que reina no protocolo do Estado! AAS

CERIMÓNIAS FÚNEBRES NA ASSEMBLEIA NACIONAL POPULAR

ANP 6

ANP 5

ANP 4

ANP 3

ANP 2

ANP 1

CERIMONIAS FUNEBRES: Urna com os restos mortais sairam do hemiciclo, mas estao por terra, no tapete vermelho. Os muculmanos rezam sobre a urna antes da partida para a Fortaleza D'Amura. AAS

CERIMONIAS FUNEBRES: A urna com os restos mortais de Sua Excelencia, o Presidente da Republica, Senhor Malam Bacai Sanha acaba de deixar a ANP em direccao a Fortaleza D'Amura. AAS

Fim das cerimonias funebres na ANP. AAS

CERIMONIA FUNEBRE: Raimundo Pereira, Presidente da Republica interino, discursa neste momento. AAS

CERIMONIAS FUNEBRES: O elogio funebre esta a ser feito agora pelo Presidente da Assembleia Nacional Popular em exercicio, senhor Serifo Nhamadjo. AAS

CERIMONIAS FUNEBRES: Fala Bacai Sanha, filho do malogrado Presidente da Republica. AAS

CERIMONIAS FUNEBRES: Ouve-se o hino nacional, dando-se assim inicio as cerimonias funebres. AAS

Afinal o Nuno foi corrido do Protocolo do Estado por incompetencia. Foi-lhe arranjado um tacho como secretario-geral do Ministerio dos Negocios Estrangeiros - donde foi tambem demitido por incompetencia...Mas, como aparece, agora, o Nuno, nas exequias de Sua Excelencia o Presidente da Republica Senhor Malam Bacai Sanha? Alguem responde?! AAS

CERIMONIAS FUNEBRES: O Presidente do Senegal, Abdoulaye Wade, acaba de chegar a ANP. AAS

O Protocolo do Estado NAO me tolera por causa das criticas aos seus disparates! Mas terao de me engolir por algum tempo. Assisti a chegada do Bispo de Bafata - que e Bispo como o de Bissau - mas nao tinha lugar. Entao, entrou, fez o sinal da cruz junto da urna...e saiu e foi-se embora!!! Este protocolo de Estado, e o Nuno, nao sabem nada de nada. Ponho-os todos no bolso!!! AAS

PROTESTO: Fui posto fora do hemiciclo despoticamente porque - alegaram - "eu estava mal vestido"... Perguntei entao se estava 'nu', a frente do Nuno, do Protocolo do Estado. Ele calou-se por ser cobarde. Por protesto vou para casa e nao faco mais nada, ate que o cortejo saia para a Fortaleza D'Amura. E falaremos na 3a feira... AAS

CERIMONIAS FUNEBRES ja tiveram inicio, com diversas personalidades a assinarem o livro de condolencias na sede da Assembleia Nacional Popular. AAS

sábado, 14 de Janeiro de 2012

Boa noite, Guiné-Bissau!

Vamos todos rezar pela alma de Sua Excelência, o NOSSO Presidente da República, Senhor Malam Bacai Sanhá

Os restos mortais de MALAM BACAI SANHA, PRESIDENTE DA REPÚBLICA, permanecerão durante toda a noite de hoje na Assembleia Nacional Popular (na foto). Quem puder, que vá prestar uma homenagem a esse GRANDE HOMEM - e curvar-se perante o HOMEM da PAZ!

a%20anp%20bacai

Protesto

Ao editor do blog Ditadura do Consenso, António Aly Silva, foi-lhe recusado o livre trânsito para que pudesse fazer - como ontem foi aqui prometido - a cobertura integral da chegada dos restos mortais de Sua Excelência o Presidente da República, Senhor Malam Bacai Sanhá, falecido em Paris, França.

Ainda assim, cumpri com o meu papel de informar, sobretudo aos meus conterrâneos na diáspora. Amanhã, com ou sem livre trânsito, voltarei a estar na linha da frente, como um bom militante, deixando todos para trás.

Que Deus dê eterno descanso ao nosso Presidente da República, e que descanse em paz porque este Povo jamais o esquecerá.

Honra e glória para Sua Excelência, o Presidente da República, Senhor MALAM BACAI SANHÁ.

António Aly Silva

Morte de Sua Excelência o Presidente da República, Malam Bacai Sanha: Honras militares no aeroporto de Paris

Partida%20de%20Malam%20Bacai%20Sanhá%20010[1]

O avião privado do presidente senegalês descolou às 10h35 do Aeroporto parisiense de Orly levando a urna do chefe de Estado da Guiné-Bissau. Honras militares foram prestadas a Malam Bacai Sanhá no adeus ao presidente guineense falecido em Paris na segunda-feira de doença prolongada. O ministro da cooperação, Henri de Raincourt, e o general de brigada, Denis Heck, foram as autoridades que representaram a França na cerimónia de adeus a Malam Bacai Sanhá em Paris.

Membros do corpo diplomático acreditados na capital francesa, com destaque para países lusófonos, estiveram representados no Aeroporto de Orly, ao sul de Paris, para além de membros da comunidade guineense.

A reportagem da RFI ouviu alguns populares, caso da viúva do antigo primeiro-ministro Paulo Correia.

Texto: RFI
FOTO: Miguel Martins/RFI

CORTEJO FÚNEBRE: Restos mortais de Sua Excelência o Presidente da República, Malam Bacai Sanha, chegam à sede da Assembleia Nacional Popular. AAS

anp%20bacai

CERIMONIAS FUNEBRES: Restos mortais de Sua Excelencia o Presidente da Republica, Senhor Malam Bacai Sanha, acabam de chegar a Assembleia Nacional Popular. AAS

CORTEJO FÚNEBRE: Restos mortais de Sua Excelência o Presidente da República, Malam Bacai Sanha à saída do aeroporto. AAS

LUTO 5

CERIMÓNIAS FÚNEBRES: AS IMAGENS DE DOR (II)

LUTO 4

LUTO 3

CERIMÓNIAS FÚNEBRES: AS IMAGENS DE DOR (I)

LUTO 1

LUTO 2

CORTEJO FÚNEBRE: Restos mortais de Sua Excelência o Presidente da República, Malam Bacai Sanha acabam de chegar à sua residência. AAS

CORTEJO FUNEBRE: Muitos desmaios na residência do malogrado. Centenas de viaturas escoltam a urna. AAS

CORTEJO FUNEBRE: primeiros carros da caravana acabam de chegar a residencia de Sua Excelencia o Presidente da Republica, Senhor Malam Bacai Sanha, que e transportado num jeep militar. AAS

CORTEJO FUNEBRE esta ja perto da Presidencia da Republica. Algumas pessoas choram, outras levam a mao a boca, indignadas e tristes. Honra e gloria para a Sua Excelencia o Presidente da Republica, Senhor Malam Bacai Sanha. Bissau vive momentos de dor em cada rosto. AAS

CORTEJO FUNEBRE: Autoridades nao conseguem controlar as milhares de pessoas, que gritam "queremos paz". Cortejo chegar em breve a residencia do malogrado Presidente da Republica. AAS

CERIMONIAS FUNEBRES: Os restos mortais de Sua Excelencia o Presidente de Republica, Malam Bacai Sanha estao quase a chegar ao Alto-Crim. Depois, passarao pela Presidencia da Republica, com destino a sua residencia oficial, na Av. Osvaldo Vieira. AAS

TGB que dizia 'estar em directo' do aeroporto...nem sequer mostrou a chegada do aviao com os restos mortais. Ou seja...gravam primeiro as imagens e depois passam-nas em diferido!!! AAS

CERIMONIAS FUNEBRES: Milhares de guineenses estao no aeroporto para prestar uma homenagem sentida ao seu malogrado Presidente da Republica. AAS

CERIMONIAS FUNEBRES: Os restos mortais de Sua Excelencia o Presidente da Republica, Malam Bacai Sanha, acabam de chegar ao aeroporto 'Osvaldo Vieira', em Bissalanca. AAS

Forcas Armadas acabam de disparar varias salvas de artilharia, num ensaio para as 21 salvas que serao disparadas amanha, na Fortaleza D'Amura. AAS

ULTIMA HORA: Acaba de aterrar um voo da Senegal Airlines, com o embaixador da Guine-Bissau no Senegal e outras individualidades de organismos sub regionais. AAS

CERIMONIAS FUNEBRES: Ditadura do Consenso lamenta nao poder acompanhar de perto a chegada dos restos mortais de Sua Excelencia o Senhor Presidente da Republica, Malam Bacai Sanha. Nao me foi dado o livre transito que me permitiria circular entre a cidade e o aeroporto. Amanha, pode ser que se arranje. Darei noticias, mas sem fotografias. AAS

ELEICAO PRESIDENCIAL antecipada: Raimundo Pereira tera aprendido a licao: afinal, 60 dias sao sempre 60 dias... Ora bem! AAS

EXCLUSIVO: Estadia e tratamento do PR em Franca custou ao Estado 50 mil euros. Para as cerimonias funebres sera dispendidos 215 milhoes de Fcfa. AAS

CERIMONIAS FUNEBRES: Restos mortais de Sua Excelencia o Senhor Presidente da Republica Malam Bacai Sanha, chegam as 15 h. AAS

sexta-feira, 13 de Janeiro de 2012

Sabado e Domingo: Cobertura na integra das Cerimonias Funebres de Sua Excelencia o Senhor Presidente da Republica da Guine Bissau, Malam Bacai Sanha. Quase 48 horas de informacao - em exclusivo, e em tempo real. AAS

Luta!

«LUTA! O teu dever é lutar pelo Direito, mas no dia em que encontrares o Direito em conflito com a Justiça, luta pela Justiça!»

Eduardo J. Couture

SABEDORIA: "O homem que quiser inovar para o bem, inexoravelmente, passara por cinco estagios: indiferenca, ridicularizacao, ofensa, repressao e, finalmente, respeito!" - Mahatma Ghandi

Condolencias: Presidente da Federacao da Russia, Dmitry Medvedev destaca "figura politica e estatal", envia condolencias ao "Povo Guineense", e transmite "apoio e compaixao" para a familia

Dmitry Medvedev diz ter recebido a noticia do falecimento do Presidente da Republica, Malam Bacai Sanha "com profundo pesar". O Presidente russo enaltece "figura de grande destaque politico e estatal que contribuiu muito para os processos de estabilizacao politica e desenvolvimento socio-economico da Guine-Bissau e favoreceu consideravelmente ao reforco da amizade e cooperacao entre os nossos paises".

"Neste momento doloroso gostaria de manifestar a V. Exa., e ao Povo Guineense as minhas sinceras condolencias por esta pesada perda. Rogo-lhe que, por obsequio, transmita o meu apoio e compaixao a familia e parentes do falecido", conclui Dmitry Medvedev.

CERIMONIAS FUNEBRES do PRESIDENTE da REPUBLICA: Os restos mortais de Malam Bacai Sanha virao no aviao presidencial do Presidente do Senegal, Abdoulaye Wade. Foi esse mesmo aviao que levou Bacai Sanha de Dakar para Paris, onde veio a falecer. AAS

CERIMONIAS FUNEBRES-Protocolo de Estado mete agua, outra vez

No programa das Exequias Funebres de Sua Excelencia O Presidente da Republica, Malam Bacai Sanha, que comecam amanha, sabado, e terao o seu fim no domingo, 15 de janeiro, terminando na Fortaleza D'Amura, o Protocolo do Estado voltou a tratar algumas personalidades por 'tu'. Assim:

Ao Raimundo Pereira trataram de 'Presidente da Republica Interino', convidanto tambem a 'Esposa'; ao Serifo Nhamadjo, que tambem e casado e esta no lugar deixado vago pelo mesmo Raimundo,...: trataram-no simplesmente por 'Serifo Nhamadjo, 1o Vice-Presidente da Assembleia Nacional Popular', quando devia ser "PRESIDENTE DA ASSEMBLEIA NACIONAL POPULAR EM EXERCICIO". AAS

EXÉQUIAS FÚNEBRES DO PRESIDENTE DA REPÚBLICA, MALAM BACAI SANHA - O PROGRAMA

.

.

.

Novamente, no «i»...

«i»

Sirvam-se

quinta-feira, 12 de Janeiro de 2012

EXEQUIAS FUNEBRES: Preve-se que tres chefes de Estado marquem presenca no funeral do Presidente da Republica: Abdoulaye Wade, do Senegal, Yaya Jameh da Gambia e Blaise Campaore do Burkina Faso. Cabo Verde pode ser representado pelo primeiro-ministro, Jose Maria Neves. AAS

EXCLUSIVO: Bubo Na Tchuto saira brevemente da prisao. Ficara na sua residencia, vigiado por militares. AAS

FORTALEZA D'AMURA: Ao lado de Amilcar Cabral, repousara 'Nino' Vieira, depois ficara Luis Cabral (cuja trasladacao esta ja a ser tratada), e a seguir Malam Bacai Sanha. Serao depois sepultados num mausoleu, que sera construido em Bissau. AAS

Feedback

A GLOBALVOICESONLINE.ORG desenvolve um trabalho sobre a morte do Presidente da República, Malam Bacai Sanhá. AAS

Touch

aly silva, jornal «i»

«Será que valerá a pena comentar??? De que serve ter o Mapa, se o fim está traçado, de que serve ter a chave se a porta está aberta? De que serve sonhar esta geração sem referências positivas?

Carol
»

terça-feira, 10 de Janeiro de 2012

Morte do Presidente da Republica: Restos mortais de Malam Bacai Sanha chegam sábado e funeral será no domingo. AAS

Morte do Presidente da República, Malam Bacai Sanha: Eficiência

«Foi um Scoop, ou Grande Furo jornalístico, do AAS, que conseguiu dar a notícia com grande avanço sobre qualquer outro órgão de informação.»
J.H.

Morte do Presidente da República: e as bandeiras?

Quando É determinada a observância de luto nacional, a Bandeira Nacional deverá ser colocada a meia haste durante o número de dias que tiver sido fixado. Neste caso, 7 dias... AAS

Morte do Presidente da República, Malam Bacai Sanha: Brasil lamenta

O Governo Federal brasileiro, expressou o seu "profundo pesar" e as suas "sinceras condolências" pela morte do presidente da Guiné-Bissau, Malam Bacai Sanha, num hospital de Paris por causas ainda não esclarecidas. "O governo brasileiro recebeu com profundo pesar a notícia da morte do presidente da República da Guiné-Bissau", afirma um comunicado do Ministério das Relações Exteriores.

Assim como a Guiné-Bissau, o Brasil faz parte da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP). No texto, o Brasil manifestou também suas condolências tanto à família do presidente, como ao governo e ao povo da Guiné-Bissau e transmitiu a sua "solidariedade e disposição em dar continuidade aos esforços de cooperação em prol da consolidação da paz" no país africano, disse o comunicado. AAS

... Está a compor-se: Raimundo Pereira já é Presidente da República interino

images

- Djaló Pires, Ministro dos Negócios Estrangeiros, está já em Paris para tratar dos formalismos para a transladação dos restos mortais de Malam Bacai Sanha;

- Transladação pode ocorrer na próxima 5ª feira;

- Angola AINDA teima: "O cônsul geral da Guiné-Bissau em Angola, Isaac Monteiro, explicou a RNA que a presidência interina do país vai ser assumida pelo Presidente da assembleia nacional, que deverá num prazo de noventa dias convocar eleições."... Será que não temos embaixador em Angola?. AAS

segunda-feira, 9 de Janeiro de 2012

Morte do Presidente da República, Malam Bacai Sanha: Guineenses prestam homenagem na residência do PR falecido

bacai morte 12

FOTO: AAS

ÚLTIMA HORA-Morte do Presidente da República: 10 militares armados com AK 47, foram desembarcados há pouco na sede do PAIGC, num carro do PM. AAS

a%20bacai%20morte

FOTO/EXLCLUSIVO: AAS TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

Morte do Presidente da República, Malam Bacai Sanha-Reacções: "Governo de Cabo Verde ficou espantado"

O ministro das Relações Exteriores cabo-verdiano lamentou hoje a morte de "um grande amigo de Cabo Verde", sublinhando que o Presidente Malam Bacai Sanhá "desempenhou bem as funções" e manteve o "equilíbrio" na Guiné-Bissau. "O Governo de Cabo Verde ficou espantado com a morte de Malam Bacai Sanhá e lamenta a morte de uma personalidade histórica", disse Jorge Borges aos jornalistas na capital cabo-verdiana, ainda surpreendido com a notícia divulgada hoje pela Presidência guineense. AAS

Morte do Presidente da Republica, Malam Bacai Sanha-Reaccoes: Cavaco Silva, Presidente portugues, diz-se "profundamente consternado", e sublinha "legado de coragem pessoal de Bacai Sanha na luta contra a doenca, e de determinacao politica na luta pelos valores da democracia". AAS

ULTIMA HORA: Morte do Presidente da Republica: Conselho de Ministros reuniu-se apenas para decretar Luto Oficial de 7 dias, com inicio a partir das 24 hrs de hoje. AAS

ULTIMA HORA-Morte de Malam Bacai Sanha, Presidente da Republica: Alberto Batista Lopes, chefe de Gabinete do Presidente da Republica, tinha viagem marcada para Paris, para a proxima 4a feira, com vista a promulgacao do Orcamento de Estado, votado na Assembleia Nacional Popular em Novembro de 2011. AAS

EXCLUSIVO/Morte do Presidente da Republica: Malam Bacai Sanha faleceu hoje, as 11:10h, menos uma hora na Guine-Bissau. AAS

ULTIMA HORA: Morte do Presidente: Presidencia da Republica aguarda pela chegada da certidao de obito, que confirmara a causa e a hora da morte, por parte da equipa medica do hospital Val de Grace, em Paris, Franca. AAS

EXCLUSIVO: Morreu o Presidente da Republica, Malam Bacai Sanha. Estamos de luto carregado. AAS

EXCLUSIVO: Material pesado - demais...

No dia 18 de novembro de 2011, EPIFÂNIA SOUSA RODRIGUES, directora administrativa e financeira do Ministério da Energia, Indústria e dos Recursos Naturais foi chamada ao gabinete do ministro Higino Cardoso. Nesse dia, o ministro perguntou à sua directora se conhecia alguém de nome EPIFÂNIA DOS SANTOS. A DAF respondeu, dizendo que não: «chamo-me Epifânia Sousa Rodrigues».

mre carta queixa 1

A CARTA ESCRITA AO MINISTRO HIGINO CARDOSO

De seguida, o ministro entregou-lhe uns documentos, num envelope: tratavam-se de cópias de recibos. Na altura, Epifânia Sousa Rodrigues ficou sem perceber, pois, julgava tratar-se de documentos de empresas assinadas pela directora administrativa e financeira de nome Epifânia dos Santos. Contudo, e apreciando bem os documentos, a DAF notou que um recibo vinha em papel timbrado do gabinete do ministro, rubricado por uma directora administrativa e financeira, Dra. Epifânia dos Santos, que não existe.

Mas há mais: o documento tinha até o carimbo do gabinete do ministro, o que é estranho, pois a única DAF era ela, e ela nunca foi subscritora de nenhum documento com o papel timbrado do gabinete do ministro, usando o seu carimbo a óleo. Então, a DAF verdadeira concluiu que só podia estar à frente de uma falsificação, usando o seu nome e o da direcção administrativa e financeira, que dirigia: estavam em causa 10.500.000 (dez milhões e quinhentos Fcfa), das mãos de empresários chineses que estavam a trabalhar no jazigo de areias pesadas (Zircónio e Titânio), em Varela.

mre queixa 3

UM DOS RECIBOS, NO PAPEL TIMBRADO DO GABINETE DO MINISTRO; AO LADO, CÓPIA DA LICENÇA DE EXTRACÇÃO EXPERIMENTAL EM NOME DA EMPRESA CHINESA WEST AFRICAN UNION BISSAU INVESTMENT GROUP: 500 TONELADAS DE ZIRCONIO E TITÂNIO

«Tive uma grande surpresa que jamais vi em toda a minha vida», escreveu a DAF ao ministro Higino Cardoso, em carta endereçada no passado dia 24.11.11 e que Ditadura do Consenso teve acesso. Na conversa com o ministro, Epifânia Sousa Rodrigues lembrou a Higino Cardoso que «ainda não era Doutora (tinha apenas concluido o bacharelato em Finanças e Contabilidade), que a rubrica não era minha, e, nos meus trabalhos não posso usar o papel timbrado do gabinete do ministro, menos ainda o carimbo». Higino Cardoso respondeu, num tom normal, como se nada tivesse passado, que «não se tratava da minha pessoa». Como o ministro estava ocupado com o director-geral da Geologia e Minas (que está na cadeia), a DAF deixou o gabinete.

A DAF escreveu então ao minsitro: «A minha reacção poderia ser esta, denunciar este assunto directamente ao Ministério Público, mas, julgo que devo aguardar o seu devido tratamento pelo respeito e consideração que sempre tive por V. Excia, pela minha Instituição, como pelo Chefe do Governo, que deve tomar conhecimento deste assunto antes de chegar à praça pública, por se tratar de má imagem do País perante investidores estrangeiros.»

Perturbada com toda essa situação, Epifânia Sousa Rodrigues regressou ao seu gabinete, tentando procurar melhores explicações sobre o assunto. Depois, o ministro disse-lhe que não queria abordar o assunto «por causa da minha reacção, que sou uma pessoa adulta, que devia compreender que são documentos falsos preparados por pessoas que querem tirar dinheiro das mãos dos chineses».

A carta continua. Assim: «É preocupante, como aparece o carimbo do seu gabinete nos documentos falsificados? É do conhecimento de todos que não é fácil ter acesso ao carimbo do seu gabinete. Muitas das vezes, quando preparamos ulguns documentos urgentes, mesmo já com a assinatura do ministro, ela não é remetida no mesmo dia ao seu destino, nas ausências do seu chefe de gabinete (igualmente na cadeia), o único responsável pelo seu carimbo. Sendo responsável do carimbo, porque não mencionou o seu nome e a sua assinatura no papel timbrado do gabinete que integra? A movimentação dos chineses, como de qualquer empresário estrangeiro, é no gabinete do Ministro e na direcção-geral de Geologia e Minas, o que não implica necessariamente a direcção que dirijo.».

Na carta ao ministro, a DAF volta a ser pertinente: «(...) Os pagamentos nunca são efectuados no ministério, mas sim através do Tesouro Público (BCEAO) e no BAO, na nossa conta do Fundo de Mineração. Se os recibos foram falsificados obviamente que as licenças ou os contratos também foram falsificados. (...) É do seu conhecimento que o ex-director geral da Geologia e Minas (igualmente na cadeia) recusou entregar os dados de receitas e a sua proveniência referente ao período 2010/11, solicitados pela direcção geral do Orçamento».

.

CÓPIA DA CARTA DE UMA EMPRESA CHINESA

Lembra a DAF ao ministro que a instituição encontra-se numa «autêntica crise financeira, não existindo papel para consumo da secretaria, nem combustível para as viaturas de serviço, menos ainda serviço de internet. As dívidas com salários de pessoal, contratados fora do Orçamento Geral do Estado, ultrapassam um ano tendo estes ameaçado ir para as rádios. Afinal de contas, existem fundos que deram entrada ilegalmente no ministério, e cuja utilização se desconhece.» E avisou a tempo: «Se o funcionamento de serviços não fosse invertido, não estaríamos nestas situações».

Epifânia Sousa Rodrigues continua, lembrando ao ministro Higino Cardoso que «o ambiente instalado já é de desconfiança, podendo supor que este caso foi preparado por indivíduos que não integram esta Instituição, o que efectivamente merece ser esclarecido e não ficar no silêncio, pois, não só a minha imagem como desta instituição, do Governo e do País deve ser respeitada e usada com dignidade».

E termina a carta assim: «Considerando os factos expostos, pretendo com a presente exposição exortar a V. Excia, no uso das suas prerrogativas, que accione mecanismos junto de instituições competentes, que os supostos autores sejam conhecidos e responsabilizados pelos seus actos, em conformidade com as normas vigentes, com vista a pôr cobro a estes acontecimentos que estão a ser verificados nos últimos tempos, para a salvaguarda dos supremos interesses da nossa Instituição e do País».

António Aly Silva

sábado, 7 de Janeiro de 2012

ULTIMA HORA/METAIS VARELA: Directora financeira edo ministerio da Energia e Recursos Naturais, Epifania Sousa Rodrigues, esta em liberdade. DC conta-lhe toda a historia, ja a seguir, com provas! AAS

EXCLUSIVO: Tres militares, acusados de cumplicidade na 'sublevacao' do passado dia 26 de dezembro, e que estavam na prisao da Marinha de Guerra, foram ontem postos em liberdade. AAS

"48 horas sem comer", confidenciou, magoado, um ex-prisioneiro e ex-guarda costas do assassinado Presidente, 'Nino' Vieira, ao Ditadura do Consenso. E doeu... AAS

Venham mais cinco

Estou cansado. Acreditem. Hoje, estive a falar com um membro do Governo. Palmadinha no ombro, seguido de uma fricção. Foi sincero. Entre um gin com sumo natural de laranja (para mim) e um whisky 'on the rocks', falamos. "Aprendi muito com os suecos", dizia-me o meu amigo. E relatava, como se tivesse sido ontem, a experiência ganha com os nórdicos, dos poucos países que suportaram a nossa luta contra o colonialismo, mas que depois se puseram em debandada ainda a década de '90 não tinha entrado em cena. Alegaram o "imobilismo" como causa. Foi o suficiente. Entendi-os, e disse-o ao Larson.

Este País, acreditem, chega para todos nós. A questão, agora, é esta: queremos um Estado, ou um estado de espírito? Eu escolheria o Estado. Mas isso sou eu. Mas o espírito não deixaria... Dizia entao o governante: "sempre apreciei o teu trabalho. Lutas sozinho, e é isso que é formidável". Voltou a ser sincero. Eu sorria, meio envergonhado, meio alguém que é apanhado com as calças na mão.

Ontem, tive a oportunidade de apresentar a este meu amigo, membro deste Governo, uma pessoa que aqui veio em missão de solidariedade. O governante apertou-lhe a mão, e passou o seu número de telemóvel. "Ligue amanha que arranja-se um tempo". Que não - disse o interlocutor - vamos para o interior. "Então no sábado", retorquiu o governante.

Hoje, fiquei a saber que a audiência se concretizara. E esse meu amigo, já esta noite, confidenciou-me o quanto ficou surpreendido por ser uma mulher a comandar 14 pessoas. "Tem fibra, é uma senhora espectacular. Uma militante!". Fiquei satisfeito. Havia qualquer coisa de diferente nesse membro do Governo. Há que seguir o exemplo. Venham mais cinco, por favor. É urgente.

Estava cansado - dizia no inicio deste post. Mas não estou mais. Sinto que há qualquer coisa a mexer, se das cabecas dos homens, se da entranhas da terra, isso pouco importa. Tenho a sorte de ter nascido neste País. E de cada irmão meu ter nascido num canto singular desta terra: Gabu, Ilha Formosa e Bissau - para além deste vosso escriba, que desaguou no Quebo. Como este País encanta! AAS

quinta-feira, 5 de Janeiro de 2012

Das duas, três!

Ontem, fiquei a conhecer melhor como é Bissau quando a noite cai. E explico. Da sede do SB Benfica até à 'Mãe D'Água', o transito é cortado; toda a área que circunda o Estado-Maior General das Forças Armadas, também. Resta-nos as estradas secundárias, por assim dizer.

Hoje, assisti a algo completamente fora do comum: como se sabe, está cá o manda-chuva dos militares angolanos, um dos Van-Dunem, família poderosa em Angola. Então, numa visita, hoje, ao ministério do Interior, assisti a maravilhas. Contei mais tropas que toda a comitiva que acompanhava o ministro e a delegação guineense: show-off, é o que é!

Bissau, não parece, está sitiada. Amanhã, apresentarei um mapa que mostra as avenidas e ruas que os militares fecham durante a noite, são muitas - mais do que os bandidos que enlouquecem esta cidade à beira mar plantada.

Ontem, por volta da uma da manhã, cruzei-me com um carro patrulha com oito militares, a andar em relanti, patrulhando a cidade sitiada. Chegado à esquina do estádio 'Lino Correia', havia dois militares de camuflado, AK 47 a tiracolo, caras de poucos amigos. Assobiei para o lado e segui o meu caminho.

O País não está bem, nota-se, ainda que os que mandam tentem mostrar alguma serenidade, e normalidade, no meio do caos que se instalou a 26 de dezembro. Percebe-se. Eu entendo-os. Num País onde a oportunidade tende a ser a mãe de todas as batalhas - desgraças - um descuido, um limpar de espingarda pode ser a morte do artista...

O 'outro' artista, por seu lado, está bem - e recomenda-se: põe os incompetentes no seu devido e respectivo lugar; não dá abébias aos analfabetos, e, quanto aos analfabrutos... Uma boa noite a todos os meus verdadeiros amigos: os leitores do meu blog!

Antonio Aly Silva

Sábado, na Marisqueira de Safim: Ostras e grelhados. Não falte: Para reservar a sua mesa, ligue para o número 690 42 33

Escândalo e corrupção no Programa integrado do Ministério do Comércio - as provas:

.

.

DITADURA DO CONSENSO: Mais tarde, ou mais cedo... AAS

ÚLTIMA HORA: No Egipto, o procurador que julga o ex-presidente, Hosni Moubarak, pede a pena de morte. AAS

Taça de África das Nações-2013: Guiné-Bissau recebe, no 1º jogo, os Camarões, e joga a 2ª mão em Yaoundé, em junho. AAS

terça-feira, 3 de Janeiro de 2012

FIFA nomeia José Medina Lobato, Membro da Comissão de Fair Play e Responsabilidade Social

lobato-canchungo-pefine (23)

JOSÉ MEDINA LOBATO: O Presidente da Federação de Futebol da Guiné-Bissau, viu o seu trabalho reconhecido pela instância maior do futebol mundial.

.

segunda-feira, 2 de Janeiro de 2012

ÚLTIMA HORA: Roberto Cacheu poderá entregar-se hoje às autoridades. Consta que se encontra numa diocese. AAS

Mensagem de Ano Novo do Presidente de Cabo Verde, S. Exª Dr., Jorge Carlos Fonseca

«Caros concidadãos,

Ao longo dos tempos a Nação Cabo-verdiana tem sido exemplo de coragem, determinação e de uma criatividade única para ultrapassar obstáculos da mais diversa natureza e se projectar no Mundo., conquistando respeito e admiração dos outros Povos.
É a esta força que nos caracteriza que apelo neste momento em que é preciso fazer o balanço e traçar os caminhos para o futuro próximo.

Ao dizermos adeus ao ano 2011 devemos reconhecer que grandes problemas nacionais continuam à espera de soluções mais eficazes e duradouras. O insuficiente crescimento económico, o desemprego, a pobreza, o custo de vida, a violência e insegurança nas cidades, a morosidade da justiça, a erosão de referências morais e as dificuldades do sector energético são algumas das grandes preocupações dos cidadãos e cujo reconhecimento constitui um primeiro passo para encontrar-lhes solução.

Cabo-verdianos,

A ideia de vos dar o retrato da situação interna e internacional em que vivemos não tem a finalidade de vos desencorajar. O que se quer é que todos estejam devidamente informados acerca da conjuntura económica e financeira que o mundo vive nos dias de hoje e se envolvam no esforço colectivo de resistência à crise e do aproveitamento das oportunidades. Vamos todos começar o novo ano com um caderno repleto de preocupações e precisamos enfrenta-lo com a mesma garra e determinação de sempre.
O ano 2012 não será fácil. Os problemas e dificuldades que enumerei, e outros que não referi, irão conviver connosco ao longo do próximo ano. Somos ainda um país vulnerável e frágil. Mas, como já tive oportunidade de referir noutros momentos, a fibra de um povo vem à tona nos momentos mais difíceis, e a nossa geração não pode permitir-se cruzar os braços.

Meus caros concidadãos,

A força de transformação de uma Nação reside, justamente, na capacidade de se situar (saber onde está) e de se projectar no tempo e no espaço (saber para onde quer ir). Nós sabemos onde estamos e sabemos, igualmente, para onde queremos ir. Temos, pois, a força que faz mover as Nações. Vamos apenas precisar traçar, com criatividade, realismo e rigor, o caminho a seguir, de ONDE ESTAMOS para ONDE QUEREMOS IR, definindo recursos e parcerias, e acelerar o passo para que os problemas não se agudizem, o nosso nível de vida continue a crescer e todos tenham a oportunidade de realização pessoal que cada ser humano almeja no fundo de si próprio. Neste processo precisamos estar todos envolvidos.

Ao Governo compete agir para resolver os problemas de fundo da sociedade. Mas a sociedade civil não pode ficar distanciada, ausente. Pelo contrário. Tenho plena consciência das divergências e das fracturas que existem na esfera política e social em Cabo Verde. Não pretendo sugerir que as forças políticas ponham de lado as suas diferenças fundamentais. Seria o mesmo que pedir o fim do regime de democracia por que optámos viver. Mas considero que um esforço sério de aproximação deve ser feito em matérias de alto interesse nacional.

Uma das áreas onde o interesse nacional deve sobrepor-se a todos os outros, no ano de 2012, é o do combate à violência e à insegurança. O povo das ilhas precisa de um ambiente de paz e tranquilidade sociais e isso será um recurso que tem de ser disponibilizado. Uma sociedade com o nível de violência que actualmente conhecemos em Cabo Verde, não pode ser considerada uma sociedade sã. Neste ambiente, o que podemos esperar das gerações que crescem neste momento? Que valores defenderão quando forem adultos? Como irão resolver os seus problemas? Na base da violência? Uma sociedade violenta é capaz de oferecer paz, trabalho, respeito e dignidade às pessoas? De garantir efectivamente a liberdade?

Incumbe ao governo organizar e realizar o essencial desse combate. As autoridades governamentais estão cientes disso e têm desenvolvido esforços meritórios nesse sentido. Mas é preciso ir mais longe, é preciso envolver outras forças políticas e a sociedade civil na definição de uma estratégia nacional de combate a todo o tipo de violência. Temos que mostrar, convencer que a violência não é necessária e que será combatida.

O grupo familiar é esfera central neste processo, capaz de contribuir de forma fundamental na criação de condições ao saudável desenvolvimento das pessoas e à equilibrada realização humana, e como tal deve ser revitalizado e protegido.
Outras áreas de concertação política e envolvimento da sociedade civil podem ser recortadas. Falo da luta contra a corrupção e o enriquecimento ilícito, a promoção da família e dos valores de uma sociedade democrática, capaz de garantir em definitivo a democracia como sistema e regime. Um tal desiderato deve ser prosseguido com firmeza e determinação, mas sempre no quadro dos princípios que constituem núcleo irredutível do estado de direito.

Caros Amigos,

No ano que vai começar, impõe-se, igualmente, um amplo e descomplexado debate sobre a descentralização. Tivemos, há vinte anos atrás, um processo de descentralização administrativa que tem dado, reconhecidamente, os seus frutos. Hoje, sente-se uma forte movimentação no sentido do aprofundamento da descentralização, acompanhada dos necessários recursos. Todos as possibilidades que, de há anos a esta parte, vêm sendo aventadas, devem ser postas em cima da mesa para discussão e subsequente assumpção da solução mais consensual e que assegure a realização adequada do interesse nacional e das aspirações legítimas das comunidades locais.

Concidadãos,

A morosidade da Justiça é outra questão central a ser resolvida. O diagnóstico está, no essencial, feito, urge agora a adopção corajosa das soluções. Elas são muitas e entrelaçadas. Entre elas – e permitam-me repetir o que tenho dito noutras ocasiões – sublinho a necessidade de uma maior capacitação técnica de todos os agentes da justiça, a criação de verdadeiros e autónomos serviços de inspecção extensivos a todo o sistema, para além de outros mecanismos de responsabilização do sistema no seu todo.

Espera-se, igualmente, que neste novo ano os actores políticos encontrem as soluções e os compromissos que permitam a rápida instalação do Tribunal Constitucional e a investidura de um Provedor de Justiça, independente e tecnicamente habilitado par servir de mediador entre o cidadão e o Estado, dando, assim, um passo importantíssimo no sentido da realização da Constituição e da efectivação de direitos de cidadania. Sei do que falo, sobretudo nestes poucos meses de exercício do cargo, pois tenho sido, na prática, procurado como se também fosse um provedor de cidadania.

Meus caros Compatriotas,

As dificuldades actuais não devem abalar a nossa confiança no futuro. A nossa sociedade fez progressos importantes que devem ser valorizados. Temos que ser realistas e positivos. A qualidade da nossa democracia acaba de ser graduada como a vigésima sexta do Mundo e a primeira da CPLP, em vésperas do vigésimo aniversário da Constituição Política da República de Cabo Verde, o que muito nos deve orgulhar. Estamos satisfeitos. Mas, temos o potencial para ir bem mais longe.

Já o disse e repito. Somos um povo corajoso, temos que almejar alto. Somos um povo ambicioso e devemos demonstrar que somos capazes de atingir os nossos objectivos ambiciosos, com visão, com estratégia e com acção sistemática e coerente. Por isso, os homens e as mulheres que gizam, gerem e se interagem no processo do desenvolvimento têm de ser forjados em um sistema de educação altamente qualificado, calibrado para formar técnicos e cidadãos, com a responsabilidade de agir, no seu dia-a-dia, como verdadeiros agentes de mudança.

À juventude cabo-verdiana, no país e na diáspora peço que ponham toda a vossa inteligência, criatividade e irreverência ao serviço da Nação. Entre ser parte do problema e ser parte da solução, optem sempre por fazer parte das soluções. O país precisa de vós como agentes de mudança para que possamos nos desembaraçar das teias geradoras do subdesenvolvimento.

Aos cabo-verdianos vivendo no estrangeiro quero deixar uma mensagem especial: que continuem com a determinação de sempre por saberem que estão a ter uma oportunidade de vida melhor, mas que ela não caiu do céu, antes a conquistaram com o vosso trabalho, a vossa inteligência e o vosso espírito de entrega.
Mesmo em tempos reconhecidamente difíceis, o país conta convosco na mobilização das energias, meios e vontades para, juntos, erguermos o Cabo Verde desenvolvido com que todos sonhamos.

Concidadãos,

Os países pequenos e abertos ao mundo, como o nosso, só conseguem progredir e oferecer condições de vida dignas ao seu povo, se forem capazes de identificar as oportunidades que a situação internacional oferece, por mínimas que sejam, e mobilizarem as energias internas latentes para aproveitar essas oportunidades.

“Quem sabe faz a hora, não espera acontecer”. Este refrão de uma canção brasileira devia ser também o nosso lema.

Conto com todos os cabo-verdianos e ofereço-me para, com a lealdade que me caracteriza e caracteriza a função, trabalhar com todos os actores políticos, designadamente com o Governo no sentido do aprimoramento do Estado de Direito democrático e da construção de um país moderno, avançado e, sobretudo, competitivo. Com lealdade institucional e respeito mútuo pelas funções que a cada um deve caber o caminho torna-se mais facilitado. Sobretudo quando o futuro parece incerto em diversas frentes, a partilha do espaço público deve fundar-se numa ética pautada pela lucidez e pela responsabilidade, mas também pela competência e afecto.

Esperemos e trabalhemos para que esta atitude se afirme e se expanda entre nós.
A todos, votos de Boas Festas e de um bom e feliz 2012.»

'Só, no meio desse vespeiro'

«Caro amigo,
Cumprimentos.


Uma vez mais comunico consigo. Não sou guineense, como sabe, mas sabe que amo essa terra como a minha. E dói-me, dói-me muito, ver que alguns dos seus filhos são os seus piores inimigos, maltratando-a, chicoteando-a, ferindo-a de morte.

Isto não pode continuar assim. O povo, o pacífico e ordeiro povo da Guiné-Bissau, aquele mesmo que há anos atrás se levantou na defesa do seu “chão”, tem que se levantar novamente. Afastando os caciques, afastando os criminosos, os bandidos, os sanguessugas.

Sei quanto deve passar para fazer chegar aos quatro cantos do mundo as verdadeiras noticias daquilo que dia a dia se vai passando e que a comunicação social “pacificada” filtra antes de chegar até nós. Sei que tem sido ameaçado de morte, o que não admira. os tiranos, os caciques, os bandidos têm medo da verdade! sempre assim foi.

O meu bravo por todo o trabalho que está a fazer em prol da sua querida terra. Sei que o faz porque a sua consciência o impõe e não porque busca louros. Pena que esteja só, no meio desse vespeiro.

Um bom ano para a Guiné é o que mais ardentemente desejo. Um bom 2012, repleto das maiores venturas para si e para toda a sua família, é o meu desejo muito sincero.

J.C.
»

domingo, 1 de Janeiro de 2012

EXCLUSIVO: Tentativa de entrada nas instalações das Nações Unidas

Ontem, por voltas 23:45 horas, quatro indivíduos, todos eles civis, tentaram entrar no edifício das Nações Unidas, em Bissau, para, como disseram, procurar protecção. Foi-lhes recusado a entrada pelos oito seguranças da West Africa, de serviço na portartia das NU.

Contactado o Geoff Wiffin (representante da UNICEF e susbtituto de Joseph Mutaboba), foi dito taxativamente que qualquer entrada na sede da ONU, em Bissau, carece de autorização de Nova Iorque.

As forças armadas, curiosamente, deixaram de patrulhar a área das NU ontem pela tarde. Hoje, são 12 os seguranças da West Africa nas NU. Ditadura do Consenso tentou, em vão, saber os nomes. Os seguranças nao os conhecem. AAS