terça-feira, 16 de Outubro de 2012

Polícias guineenses em Angola: Regresso aparentemente bloqueado


As autoridades angolanas opõem-se ao regresso dos de 372 agentes da policia Guineenses que concluiram o ciclo de formação em Angola desde Agosto ultimo, indicaram sabado fontes proximas do Commissariado Central da Policia de Bissau. Segundo Quemo Cissé, um dos agentes da policia bloqueados em Angola, as Autoridades Angolanas decidiram de não os repatriar, justificando esta decisão pelo facto de que não existe na Guiné-Bissau um governo reconhecido pela comunidade internacional na Guiné- Bissau". Em Bissau, as autoridades encarregues da segurança prometeram o regresso desses agentes de policia daqui ao fim do mês de outubro.

Em tempos, fontes não oficiais, tinham veiculado de que Luanda prometera mobilizar dois aviões para repatriar o grupo de policiais para Bissau num curto prazo de tempo. Até agora nada de concrecto, restando esperar confirmar a sua veracidade e a ser verdade, para quando. A recusa de Luanda de autorizar o regresso dos policias esta a ser interpretada por Bissau como uma represalia das Autoridades à decisão de Bissau de ordenar, em junho ultimo o repatriamento das tropas Angolanas instaladas em Bissau depois de março 2011.