sexta-feira, 12 de Outubro de 2012

Joseph Mutaboba: "ONU está para ajudar o Povo guineense"


O representante do secretário-geral da ONU na Guiné-Bissau sublinhou hoje em conferência de imprensa os avanços registados quanto à resolução da crise desencadeada com o golpe de Estado de 12 de Abril. Reagindo às críticas de que foi alvo, nomeadamente pela cúpula militar, alvo alega estar a servir o povo guineense e não alguém em particular. Joseph Mutaboba fora duramente criticado por António Indjai, chefe de Estado maior general das forças armadas guineenses, nomeadamente devido ao facto de se equacionar o regresso a Bissau das autoridades depostas.

O representante de Ban Ki Moon fez questão em lembrar que uma missão internacional deve chegar ao terreno para se inteirar da transição guineense onde o presidente interino, Raimundo Pereira, e o primeiro-ministro, Carlos Gomes Júnior, foram derrubados a 12 de Abril impedindo a realização da segunda volta das eleições presidenciais.