quarta-feira, 10 de Outubro de 2012

Guiné-Bissau: CPLP volta a falar na "reposição da legalidade"


O Secretário-Executivo da CPLP, o moçambicano Murade Murargy, volta a afirmar que a posição da CPLP é de que "é necessário que a legalidade seja reposta na Guiné-Bissau", reforçando a ideia de que deve haver um "governo inclusivo, com a participação do PAIGC". Com a firmeza que se lhe reconhece desde que assumiu as funções, substituindo o guineense Domingos Simões Pereira, Murargy volta a bater na mesma tecla: quer que as forças da CEDEAO "sejam transformadas em forças internacionais", e que se criem as condições para eleições livres e justas na Guiné-Bissau. AAS